PL 6159: GOVERNO TALVEZ RECUE DIANTE DE PRESSÃO POPULAR

Placa

Segundo reportagem do jornal Estadão, o ministro da economia Paulo Guedes, afirmou retirar o pedido de urgência na tramitação do PL 6159/19 durante reunião com parlamentares, no último dia 4.

Durante a reunião, Guedes disse não mais apresentar propostas que envolvam pessoas com deficiência sem antes ouvi-las, no entanto não se comprometeu em retirá-lo da pauta, ou seja, a ameaça continua.

A realidade é que esse PL de destruição da Lei de Cotas sequer deveria ter sido levado ao congresso no dia 26 de novembro e se agora o ministro recua um pouco, foi muito mais em virtude da pressão popular do que por vontade política de diálogo com a população.

A Lei de Cotas existe há 28 anos e representa uma importante vitória das pessoas com deficiência e pode ser radicalmente alterada se o PL for aprovado.

Por Angelo Márcio

Angelo Márcio

Written by 

Olá! Sou Angelo Márcio, sou Assistente Social, Técnico em Informática, Palestrante e desenvolvedor de diversos projetos voltados às questões das Pessoas com Deficiência.

Deixe um comentário